segunda-feira, 4 de abril de 2011

Escrever é um descarrego!

Eu li na revista Lola de abril...
... e tive que postar!



"...aproveitei para refletir sobre a vida do escritor. É uma vida cheia de contratempos. Mas existe uma compensação. Sempre que tiver alguma coisa no espírito, seja uma reflexão torturante, a dor pela morte de um amigo, o amor não correspondido, o orgulho ferido, o ressentimento pela falsidade de alguém que lhe devia ser grato, enfim, qualquer emoção ou ideia obcecante, basta-lhe reduzi-la a preto e branco, usando-a como assunto de uma história ou enfeite de um ensaio, para esquecê-la de todo.
Ele é o único homem livre."
(Somerset Maugham)

E eu realmente me sinto assim, mas discordo que sejamos os únicos homens livres. Cada um tem sua forma de "descarrego"! Para mim, escrever é como passar um aspirador nas mágoas, nas angústias. Eu boto pra fora e rapidamente me vejo livre, não sinto mais. Tento não ficar remoendo nada dentro de mim. Assim, sigo uma vida mais saudável, raramente fico doente, me sinto mais leve... e cada vez que encontrar uma pecinha negra em um quebra-cabeça oculto que está me sabotando a vida... quero escrever sobre ela!
Meu quebra-cabeça está lentamente se encaixando... e ele é todinho COLORIDO!

3 comentários:

João Castro disse...

Escrever na minha opnião e ainda por cima bem, não acho facil...nunca tive esse dom, por isso admiro as pessoas que gostam e fazem isso.Uma vez na minha vida apenas coloquei meus sentimentos na escrita...
Por isso dou os parabéns aos escritores e a vcs do blog, que é mto bacana!!
bjos e fiquem com DEUS

Alana de Abreu disse...

Pô, João, adoro seus comentários! Obrigada por aparecer por aqui sempre! Beijão.

Joao Castro disse...

obrigado Alana...eu que adoro esse blog, sempre q possivel venho ler os posts!!
Bom fim de semana...Bjão!!!