segunda-feira, 2 de maio de 2011

Ousar viver!

Viver a vida que se quer, que se sente como a que dá a sensação de pasta de dente na alma. Sem isso não é viver e sim sobreviver.

Podemos ser felizes e livres. O sofrimento só é necessário quando não se aprende por bem, quando negamos nosso anseio interno e vivemos como achamos que deveríamos viver. Como os outros gostariam que vivessemos e nós mesmos já introjetamos a projeção.

Ousar se jogar no fluxo da existência, acreditando totalmente que a vida sabe onde nos levar, é uma maneira de viver. Sem segurança, sem estar agarrada às pedras do caminho; forte e confiante na experiência do presente, com a certeza de um futuro próprio, sem desvios.

É ousar viver e ser! Sem isso vale a pena?

Um comentário:

Vanessa Souza Moraes disse...

Pasta de dente na alma. Bonito...